Alugar um carro no Rio de Janeiro, na minha opinião, é um tiro no pé. O trânsito da capital, como o da maioria das cidades grandes, em muitos horários é caótico.

Transporte público

A cidade tem um transporte público que funciona muito bem e é fácil de ser utilizado.

No primeiro dia queríamos ir de Copacabana para a Zona Portuária e tivemos que pegar um metrô e o VLT. O bilhete único do metrô pode ser adquirido nas estações e custa R$ 4,70.

Transporte 1

Há também o cartão pré-pago. Esse possui data de validade (recarga mínima de R$ 5,00 antes de completar 1 ano desde a última viagem). A vantagem é ter desconto em alguns parceiros culturais da instituição.

Para mais informações sobre o metrô acesse Metrô Rio.

Desembarcamos na estação Uruguaiana para pegar o VLT para a Zona Portuária. Para ter acesso a ele foi necessário comprar o bilhete único carioca, que dá direito à integração entre transportes públicos em um período de 2h30. O cartão custa R$ 3,00 e pode ser adquirido em máquinas de autoatendimento disponíveis nas estações e até pelo site RioCard.

Transporte 2

Importante: é necessário validar a passagem nas máquinas espalhadas pelos vagões. Sempre há fiscais passando para conferir se o trecho foi corretamente cobrado.

Transporte 3
Transporte 4

Táxi ou Uber

É uma forma prática e segura de se locomover, mas todos sabemos de que os preços praticados pelo Uber são mais atrativos.

Por isso utilizamos somente ele na nossa viagem e descobrimos como ele funciona no Rio de Janeiro: é cobrado R$ 1,40 por km rodado mais R$ 0,15 por minuto de percurso. Então se você quiser ter uma ideia do valor aproximado da corrida sem usar o aplicativo basta verificar a distância e o tempo gasto de um ponto para outro.

Mas (sempre tem um “mas”, não né?) caso haja muita solicitação do serviço e poucos veículos disponíveis, eles podem utilizar de outra tabela. Por exemplo, a corrida do Aeroporto Santos Dumond para o apartamento que alugamos custa em média R$ 20,00. Por conta da quantidade de pessoas utilizando o Uber pagamos R$ 38,00.

Atenção! Sempre dê preferência para o uso de aplicativos ou solicite o táxi pelas de cooperativas credenciadas. Pegue o táxi comum: amarelo com listra azul. Tome cuidado com corridas oferecidas na rua.

BikeRio

Em parceria com o Itaú o projeto foi criado para fornecer aos moradores e turistas uma opção de transporte sustentável e não poluente.

Compra de passes:

  • Mensal: R$ 10,00. Válido para 30 dias. Nesse caso é necessário fazer um cadastro.
  • Diário: R$ 5,00. Válido por 24 horas.

Em ambos os casos é necessário ter um cartão de crédito para fazer o pagamento.

Como funciona:

  • Ligue do seu telefone celular para o número: 4003-6054;
  • Digite o número da estação que deseja retirar a bicicleta;
  • Digite o número da posição da bicicleta escolhida;
  • Confirme a operação e puxe a bicicleta quando a luz verde estiver acesa;

OBS: Viagens de até 60 minutos não serão tarifadas, desde que sejam realizadas com intervalo mínimo de 15 minutos cada.

Horário de funcionamento:

Das 6h às 00h.

Devolvendo a bike:

Para devolução é necessário verificar a estação que está disponível para recebê-la. Caso não esteja, ligue para 4003-6054, acesse o site ou veja pelo aplicativo.

Para mais informações acesse BikeRio.